17 de agosto de 2010

Eu preciso saber


Então, sábado, na aula de natação (depois eu conto essa estória) a professora está com uma caca no nariz. A coleguinha de classe conta para ela que, na maior boa diz, "Olha, se tiver qualquer coisa saindo do meu corpo, PELAMORDEDEUS me avisem."
Adoro gente descolada que põe logo as cartas na mesa. Porque eu mesma já passei dias me perguntando como falar pra uma pessoa que ela está com mau hálito ou para uma mãe de aluno adolescente que ele fedia.
Sim porque isso também envolve o nível de intimidade que se tem com alguém ou os costumes do lugar. Dizer o quê para nariz escorrendo? Braguilha aberta? Papel higiênico no sapato? Fico eu mais embaraçada do que o pobre coitado.
Enquanto nem todo mundo leu o manual de etiqueta, só por desencargo de consciência, repito as palavras de minha professora "PELAMORDEDEUS me avisem".

3 comentários:

  1. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!! Sabe do que eu lembrei agora? Aquele lance do "a Letícia foi pra festa", lembrra?

    ResponderExcluir
  2. Claro que lembro. Vc usa muito? Temos de disciplinar o mundo.:-)

    ResponderExcluir